Bula Peptovit

Indicação

Para que serve?

No tratamento da úlcera duodenal, úlcera gástrica e esofagite de refluxo moderada e severa.

Contraindicações

Quando não devo usar?

O uso do PANTOPRAZOL é contra-indicado em pacientes com hipersensibilidade à droga ou em casos de insuficiência hepática.

Posologia

Como usar?

Salvo critério médico diferente, recomenda-se a dose de 1 comprimido ao dia nos casos de úlcera gástrica , úlcera duodenal ou esofagite de refluxo. Em casos isolados a dose pode ser aumentada para 2 comprimidos, particularmente nos casos de pacientes refratários a outros medicamentos. Não é necessária nenhuma adaptação posológica em indivíduos idosos, entretanto, nestes pacientes e em portadores de deficiência renal, a dose diária de 40 mg não deve ser ultrapassada.Na maioria dos pacientes o alívio dos sintomas é rápido.

A cicatrização da úlcera duodenal ocorre, na maioria dos casos, dentro de 2 semanas. Na úlcera gástrica e na esofagite de refluxo, um tratamento de 4 semanas é, em geral, suficiente. Em casos isolados, a duração do tratamento pode ser prolongada para 4 semanas (úlcera duodenal) e para 8 semanas (úlcera gástrica e esofagite de refluxo). Não se recomenda tratamentos por períodos superiores a 8 semanas, uma vez que a experiência clínica em estudos a longo prazo ainda é limitada. Os comprimidos não devem ser mastigados ou quebrados, mas ingeridos inteiros com o auxílio de um líquido, antes ou durante o café da manhã.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

O tratamento com o pantoprazol pode levar ocasionalmente as seguintes reações adversas: cefaléia, diarréia, náuseas, queixas abdominais, flatulência, erupções cutâneas, prurido e vertigem. Em casos isolados houve relato de formação de edema, febre, depressão e turvação visual.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Na presença de úlcera gástrica, a possibilidade de malignidade da lesão deve ser precocemente afastada, uma vez que o tratamento com o pantoprazol pode aliviar os sintomas e retardar o diagnóstico desta patologia.

O diagnóstico de esofagite de refluxo deve ser confirmado por endoscopia.

Não se dispõe de estudos adequados do uso do pantoprazol durante a gravidez e lactação , portanto, seu uso deve ser restrito nestas circunstâncias. Em animais foi observado a excreção de pequenas quantidades da droga através do leite materno. Não existe ainda experiência com o uso do pantoprazol em crianças.

O pantoprazol não está indicado em distúrbios gastrintestinais leves, como dispepsia nervosa.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Não se conhecem sintomas de superdosagem no homem. Doses de 240 mg por via intravenosa foram bem toleradas. Na eventualidade da ingestão acidental de doses muito acima preconizadas, recomenda-se adotar medidas habituais de controle das funções vitais.

Composição

Cada comprimido revestido contém:
Pantoprazol ……………..40mg (Sob a forma de Pantoprazol Sódico Sesquihidratado)
Excipientes: carbonato de sódio, manitol, crospovidona, polivinilpirrolidona, estearato de calcio, polissorbato 80, laurilsulfato de sódio, propilenoglicol, hidroxipropilmetilcelulose, Eudragit, trietilcitrato, dióxido de titânio, oxido de ferro amarelo.q.s.p………………..1 comprimido

Apresentação

Comprimido revestido 40mg: Embalagem contendo 7 e 14 comprimidos.

Interações Medicamentosas

Cetoconazol e outros medicamentos cuja absorção é pH-dependente: podem ter suas absorções alteradas quando utilizados concomitantemente com o pantoprazol. Não deve ser excluída uma eventual interação medicamentosa com outras substâncias metabolizadas através do sistema enzimático do citocromo P450, apesar de não se observarem interações clinicamente significativas com alguns medicamentos dessa natureza, como diazepan, varfarina, teofilina, fenitoína, digoxina e anticoncepcionais orais. Não se detectou interação medicamentosa na administração concomitante do pantoprazol com antiácidos.

Venda

Venda sob prescrição médica

Introdução

Peptovit
Pantoprazol
Pantoprazol d.c.b: 4055.01-2

Prazo de Validade

36 meses a partir da data de fabricação (VIDE CARTUCHO). Não use medicamento com o prazo de validade vencido.

“Informe seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após seu término, e se está amamentando”.

O uso do pantoprazol em mulheres grávidas ou que estejam amamentando deve ser feito exclusivamente sob supervisão médica.

Os comprimidos não devem ser mastigados nem quebrados, mas ingeridos inteiros com o auxílio de um líquido, antes ou durante o café da manhã.

“Siga a orientação do seu médico respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento”.

“Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico”.

“SIGA CORRETAMENTE O MODO DE USAR, NÃO DESAPARECENDO OS SINTOMAS, PROCURE ORIENTAÇÃO MÉDICA”.

Informe seu médico, caso apareçam reações desagradáveis, como dor de cabeça, diarréia, náuseas, desconforto abdominal, gases, erupções cutâneas, coceira, tontura, febre, depressão ou qualquer outra reação adversa”.

“TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS”.

“Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início ou durante o tratamento”.

“NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA A SUA SAÚDE”.

Uso Em Idosos

Deve-se usar a mesma dose usual dos adultos. não use medicamento sem o conhecimento de seu médico.

Atenção: este produto é um novo medicamento e embora as pesquisas realizadas tenham comprovado eficácia e segurança quando corretamente indicado, podem ocorrer reações adversas imprevisíveis ou ainda não descritas ou conhecidas. em caso de suspeita da reação adversa o médico responsável deve ser notificado.

Informações Técnicas

O pantoprazol é inibidor seletivo da enzima H+ K+ ATPase nas células parientais reduzindo assim a secreção gástrica. Essa ação redutora da secreção ácido-péptica é independente do estímulo inicial (gastrina, histamina, acetilcolina), que ativa o mecanismo intracelular secretor nas células parietais. A bomba de prótons expulsa íons hidrogênio até os canalículos e introduz potássio; finalmente o ácido clorídrico forma-se mediante a entrada de quantidades equimolares de íons cloreto nesses canalículos. O pantoprazol inibe especialmente a secreção ácida diurna e noturna com uma dose única e diária e mantém um pH>3 sem sinais de acloridria. É bem absorvido pelo trato gastrintestinal (biodisponibilidade em torno de 70 a 80%) e apresenta uma meia-vida plasmática de 1,3 horas, bem como uma elevada taxa de fixação às proteínas plasmáticas (cerca de 98%). Seu volume de distribuição é de 1,5 l/kg. Sofre metabolização hepática com formação de metabólitos sulfonamídicos. O pantoprazol não afeta o sistema do citocromo P450. Sua excreção se faz através da urina e das fezes.

Cuidados de Conservação

Conservar o produto em temperatura ambiente (15- 300C). Proteger da luz e da umidade.

Laboratório

Indústria Brasileira