Bula Teriflunomida

Indicação

Para que serve?

A Teriflunomida é indicada para o tratamento de pessoas com esclerose múltipla surto-remissão.

Posologia

Como usar?

A dose recomendada de Teriflunomida é de 14 mg, uma vez ao dia.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Os efeitos adversos mais comuns que podem ocorrer com o uso deste medicamento são dor de cabeça, diarreia, enjoo, vômitos, alopécia, aumento da aspartataminotransferase.

Com menos frequência pode também ocorrer gripe, infecções respiratórias e urinárias, bronquite, sinusite, faringite, cistite, gastroenterite viral, herpes oral, infecção dentária, laringite, tinha do pé, neutropenia, anemia, reações alérgicas, ansiedade, parestesia, síndrome do canal cárpico, palpitações, hipertensão, dor abdominal, erupção cutânea, acne, dor muscular, aumento do volume de urina, menorragia

Contraindicações

Quando não devo usar?

Este medicamento não deve ser usado em pessoas com alergia à Teriflunomida ou a qualquer componente presente no comprimido.

Além disso, também é contraindicado em pessoas com problemas hepáticos graves, imunodeficiência grave, função reduzida da medula óssea, infecção ativa grave, insuficiência renal grave e hipoproteinemia grave.

Também não é recomendado o uso durante a gravidez e amamentação.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Antes de iniciar e durante o tratamento com Teriflunomida devem ser avaliados parâmetros como a tensão arterial, alaninaminotransferase e contagem de células sanguíneas.

Mecanismo de Ação

Como funciona?

A teriflunomida é um imunomodulador com propriedades anti-inflamatórias que inibe de forma seletiva e reversível, a enzima mitocondrial dihidroorotato desidrogenase, que é necessária para a síntese de novo da pirimidina.

Desta forma, a teriflunomida bloqueia a proliferação de células em divisão, cuja expansão requer a síntese de novo de pirimidina.

O mecanismo exato do efeito terapêutico da teriflunomida sobre a esclerose múltipla não é totalmente compreendido, mas é mediado pela diminuição do número de linfócitos.

Composição

Cada comprimido revestido de Teriflunomida contém:

Teriflunomida___________________________________14 mg

Excipientes__________________________q.s.p. 1 comprimido

(Excipientes: lactose monohidratada amido de milho celulose microcristalina glicolato de amido sódico (tipo A) hidroxipropilcelulose estearato de magnésio, hipromelose dióxido de titânio (E171) talco macrogol 8000 laca de alumínio índigo carmim (E132)).

Laboratório

Sanofi

– SAC 0800-703 00 14