Bula Tiadol

Indicação

Para que serve?

O Tiadol é um medicamento destinado ao tratamento de infecções na pele causadas pela Larva migrans, comumente conhecida como “bicho geográfico” ou dermatite serpiginosa.

Além disso, tamnbém pode ser usado no tratamento de micoses superficiais produzidas por dermatófitos comuns.

Posologia

Como usar?

Pomada:

A região afetada deve estar limpa e seca para a aplicação da pomada, que deve ser distribuída pela superfície afetada com movimentos suaves e circulares.

O Tiadol pode ser utilizado no couro cabeludo, cabelos e outras regiões pilosas do corpo.

Nas primeiras horas após a aplicação de Tiadol, aconselha- se não lavar ou utilizar sobre o local qualquer tipo de creme, pomada ou loção.

  • Tratamento da Larva migrans:

Friccionar a pomada, de 2 a 3 vezes ao dia, na extremidade ativa das trilhas ou túneis escavados pelo parasita. Repetir o tratamento por 3 a 5 dias seguidos.

  • Tratamento das dermatomicoses, outras micoses superficiais ou dermatofitoses:

Friccionar a pomada sobre as áreas afetadas, 2 vezes ao dia e manter no mínimo até o desaparecimento das lesões.

Sabonete:

O Sabonete deve ser usado como complemento dos tratamentos com a pomada Tiadol.

Lavar cuidadosamente as áreas afetadas até produzir bastante espuma. Deixar secar a espuma, depois lavar com água e secar.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Alguns dos efeitos colaterais que podem ocorrer durante o tratamento com Tiadol são irritação, ardor, maceração e descamação da pele.

Contraindicações

Quando não devo usar?

O Tiabendazol é contra-indicado para pessoas com hipersensibilidade a qualquer um dos componentes presentes na fórmula ou com história de hipersensibilidade a outro derivado benzimidazóico.

Além disso, também não deve ser usado em grávidas ou lactantes, a não ser que seja recomendado pelo médico.

Conheça outros remédios para o tratamento de infecções por verme.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Este produto não deve ser aplicado nos olhos nem nas mucosas e deve-se interromper o uso se ocorrer sensibilização ou irritação da pele.

Mecanismo de Ação

Como funciona?

Ainda não se sabe ao certo qual o mecanismo de ação do Tiadol, mas sabe-se que o tiabendazol age inibindo a enzima fumarato redutase mitocondrial e interfere na polimerização dos microtúbulos do parasita.

O tiabendazol também apresenta ação antifúngica no tratamento de micoses superficiais.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Com o uso tópico não há risco de superdose.

Porém, em casos de ingestão acidental de grandes quantidades do medicamento, deve-se ir imediatamente ao médico.

Composição

Cada grama de pomada dermatológica contém:

Tiabendazol __________________________________50 mg

Excipiente q.s.p. _________________________________1 g

(Excipientes: propilenoglicol, trolamina, metilparabeno, ácido lático, álcool cetoestearílico, petrolato líquido, polissorbato 60, acetato de cetila, glicerol, álcool de lanolina acetilado, fenoxietanol, butilparabeno, etilparabeno, propilparabeno, edetato dissódico e água)

Cada grama do sabonete contém:

Tiabendazol__________________________________ 50 mg

Excipiente q.s.p._________________________________ 1 g

(Excipientes: sebo bovino, óleo de babaçu, hidróxido de sódio, edetato dissódico, ácido etidrônico, essência de Egeu IV, pigmento vermelho ácido 88 Cl 15620, cloreto de sódio, glicerol e dióxido de titânio).

Laboratório

Indústria Brasileira

Dizeres legais:

Reg. MS nº 1.0575.0123 | Farm. Resp.: Dra. Andreia Marini – CRF-SP nº 46.444